Custo de ociosidade no transporte de cargas

Por que a ociosidade acontece no transporte de cargas? Quais são as consequências? O que fazer para evitar que os veículos fiquem parados por tanto tempo? Leia!

Caminhão parado no pátio ou retornando vazio depois de realizar uma entrega é um problema, concorda? A ociosidade no transporte de cargas representa custos que comprometem a saúde financeira e ameaça o “ganha pão” de quem depende deste trabalho.

Mas, por que a ociosidade acontece? O que fazer para evitá-la? Será que existe uma forma efetiva de controlar esse problema? É o que você vai descobrir lendo o conteúdo.

Quando e como acontece a ociosidade

Ao contrário do que alguns transportadores acreditam, a ociosidade nem sempre está ligada à simples falta de procura por parte dos clientes. Há causas que devem ser resolvidas de “dentro para fora”, ou seja, o problema está na empresa de transporte de carga.

Veja as principais causas de ociosidade:

Veículo muito tempo parado para manutenção

Caminhão parado em decorrência de problemas mecânicos é um dos problemas mais comuns no transporte de cargas. Isso acontece devido à falta de um plano de manutenção.

Conforme a complexidade do conserto ou do tempo para a reposição de peças, a ociosidade aumenta. A capacidade de atendimento do transportador diminui do mesmo modo que os seus lucros.

Aguardando a liberação do veículo

O tempo que o veículo fica parado aguardando liberação é outro fator que prejudica o transporte de cargas. Seja na própria empresa, em aduanas ou mesmo na hora de realizar a descarga, a liberação do veículo deve ser o mais ágil possível.

Normalmente, a demora acontece em função de algum problema interno, como na consolidação da carga ou emissão da documentação.

Em aduanas temos um problema característico que muitas Gerenciadoras de Riscos não determinam uma área com o veiculo desbloqueado, e muitas vezes quando o fiscal aparece, a porta do baú não destrava, o caminhão fica bloqueado e a vistoria é remarcada para o próximo dia.

Capacidade do veículo mal aproveitada

Espaços vazios no veículo de transporte de carga é sinal de que não foram bem aproveitados. O fato compromete a eficiência da entrega e diminui os pedidos enviados, podendo aumentar o número de viagens necessárias.

Problemas no atendimento

Quem gosta de ser mal atendido? Os clientes desaparecem de lugares em que são mal atendidos, concorda? No setor de transporte de cargas não é diferente.

Se o atendimento é ruim, não é surpresa ver caminhões parados no pátio.

Consequências da ociosidade no transporte de cargas

Com os problemas da ociosidade, obviamente que chegam as consequências nada agradáveis. Veja algumas delas:

  • Mais despesas: os veículos parados continuam a gerar despesas, no entanto, sem oferecer lucros. Como não estão produzindo, tornam-se onerosos. Os custos com impostos e manutenção continuam.
  • Baixa na lucratividade: como os custos logísticos são maiores — há um volume menor de fretes — os lucros por viagens também serão menores.
  • Perda de competitividade: transporte mais caro significa frete mais alto para o cliente. Concorrentes com uma administração mais eficiente, com certeza terão mais chances de negociar valores.

Veja o que fazer para controlar a ociosidade do transporte de cargas

A boa notícia é que a ociosidade no transporte de cargas pode ser controlada. Como fazer? Veja a seguir:

Descubra a origem da ociosidade

Para descobrir a origem da ociosidade, você precisa fazer estas perguntas:

  • A jornada de trabalho dos motoristas é produtiva?
  • Há rotas que os caminhões viajam com a carroceria vazia?
  • Quais produtos estão com demandas menores? Vale a pena insistir?
  • Como é o atendimento dos seus colaboradores?

A fonte dos problemas pode estar em uma das respostas. Nem sempre são os investimentos financeiros a solução dos problemas no transporte de cargas.

Tenha um plano de manutenção preventiva

Um plano de manutenção preventiva, como já citamos, é um fator determinante para evitar que os veículos fiquem parados.

Fique atento à demanda e operações do mercado

Além dos custos das operações, acompanhe a demanda do mercado e veja se os esforços da empresa estão direcionados de maneira correta. O transporte de cargas precisa rentabilizar!

Identifique ainda quais são as operações que dependem dos serviços de terceiros e que podem melhorar.

Pesquise por empresas na região de suas entregas

Por que voltar com o caminhão vazio após uma entrega? Se a rota contempla três estados, por exemplo, você pode fazer o caminho de volta com cargas fracionadas. Deste modo, otimiza a viagem e lucra mais!

Terceirização ou contratação de motoristas autônomos

Uma boa opção para reduzir a ociosidade é a terceirização ou contratação de motorista autônomo. Assim, a empresa contrata o motorista e não precisa se preocupar com vínculos empregatícios, manutenção de veículos e outros custos que ficarão sob responsabilidade do autônomo.

 

Existem diferentes fatores que causam a ociosidade no transporte de cargas. Entretanto, os resultados são sempre os mesmos e prejudicam de forma direta as finanças da empresa.  Evite esse problema!

Receba Dicas Sobre Seguros

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.