Como reduzir os custos no transporte de cargas?

Vamos reduzir os custos do transporte de cargas? Leia o conteúdo e descubra por onde começar e lucrar mais no futuro! Acompanhe!

Não tem como negar que o valor do frete é uma das vantagens na hora de fechar um transporte de carga. É claro que a qualidade do serviço e credibilidade contam demais. No entanto, o preço pode ser decisivo!

Reduzir os custos e aumentar o lucro é a conta dos sonhos de qualquer transportador. Valor justo e competitivo é motivo de muitas conquistas de novos e antigos clientes.

Para chegar à frente da concorrência, conseguindo reduzir os custos, você precisa adotar algumas medidas. Continue lendo o texto e descubra boas práticas que devem garantir mais rentabilidade ao seu bolso.

Faça o levamento do seus custos

Não há redução de custos se você não tem controle dos seus custos! Para início de conversa, faça o levantamento dos seus custos atuais. Em seguida, organize-os em uma planilha. Pode ser no Excel ou em algum software para o setor de transporte de cargas.

Considere os custos fixos, aqueles que não sofrem variações em decorrência de uma distância maior percorrida pelos caminhões: aluguel, salários, reposição de equipamentos e veículos, contas de água, luz e telefone, etc.

Faça o levantamento dos custo variáveis, que sofrem alterações conforme o trecho seja maior: combustível, pneus, peças, alimentação e hospedagem, pedágios, entre outras. Além dessas despesas, também deve-se incluir: gestão de riscos, acidentes, avarias da carga, despesas administrativas, etc.

Reduza os custos sem perder a qualidade do transporte de cargas

Reduzir os custos não significa deixar de cumprir algumas exigências dos clientes. Perder qualidade é quase a mesma coisa que perder clientes, concorda? Por isso, preste atenção nos custos que você pode ou não reduzir.

Uma redução de custos inteligente pode aumentar ou recuperar a sua força de competir com os demais transportadores. Por isso, estude em quais setores você pode reduzir os custos, envolvendo não apenas o caminhão.

Vale lembrar que reduzindo as despesas, você pode investir em qualidade, divulgar os serviços e oferecer treinamentos aos motoristas.

Tenha um plano de manutenção preventiva

Esse assunto não é novidade aqui no blog. O plano de manutenção preventiva é muito importante e tem impacto na redução dos custos e lucros da empresa.

Números do setor de transporte de cargas revelam que cerca de 25% das manutenções de caminhões são feitas fora do prazo. O resultado? Peças sendo trocadas às pressas e sem poder de negociação, veículos quebrados em rodovias e, é obvio, prejuízos!

Economize combustível

Nem sempre é fácil convencer o motorista de que ele pode reduzir os custos de combustíveis durante o transporte de cargas. No entanto, existem maneiras de “frear” o aumento do consumo. Se liga nas dicas abaixo:

  • Use de ferramentas de navegação e planeje a sua rota para evitar congestionamentos;
  • Mantenha os pneus calibrados;
  • Evite sobrecarga da mercadoria;
  • Mantenha distância de segurança para não desacelerar ou frear seguidamente;
  • Procure não acelerar nas mudanças de marcha e tente manter o giro constante;
  • Mantenha as trocas de óleo lufricante em dia e utilize o modelo correto;
  • Não faça dupla debreagem;
  • Mantenha as correias com tensão adequada;
  • Adicione carenagem para o teto de veículos com carga alta

Aumento do lucro: comemore com o seu cliente

Um erro básico de boa parte dos gestores de transporte é só pensar no seu lucro. E o cliente, como fica nessa história? No mercado cada vez mais disputado, esse pensamento “100% lucro” pode ser uma armadilha.

A longo prazo, você vai sentir que é melhor para a empresa repassar a economia no valor do serviço e aumentar o número de clientes. Fique ligado!

Avalie seu seguro de transporte de cargas

Pense: qual foi a última vez que você leu uma apólice de seguro? Se você acompanha isso de perto e sabe o que a cobertura lhe oferece, muito bem! Agora, se você só lembra do seguro de transporte de cargas quando um sinistro acontece, é bom reavaliar essa atitude

Observe se a corretora está cumprindo com o prometido e se você está pagando um valor justo. Tem mais informações obre o assunto aqui mesmo no blog. Clique aqui!

É possível reduzir custos! Basta que você pare por alguns instantes e faça o levantamento da situação financeira da empresa e pense em como vai agir. Se for preciso, busque ajuda e saia ganhando!

E aí, vamos reduzir os custos no transporte de cargas? Outra dica para alcançar seu objetivo é baixar gratuitamente nosso Checklist: “Como implantar um Plano de Gerenciamento de Riscos em empresas de Transporte”. Clique aqui!

transporte de cargas

Receba Dicas Sobre Seguros

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.