Transporte de carga: dicas para evitar roubos e sequestros

O número de assaltos a veículos de transporte de carga no Brasil são assustadores. Saiba quais ações podem ajudar a evitar o roubo de cargas e sequestros.

R$ 6,1 bilhões de prejuízos em todo o Brasil. O número gigante representa as perdas com roubos de cargas em território brasileiro, no período de 2011 a 2016. Segundo a Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro), são mais de 97 mil ocorrências registradas. Para se ter uma ideia da dimensão disso tudo, um roubo de caminhão durante o transporte de carga acontece a cada 23 minutos no país.

Se não bastasse superar o ano de 2015 em mais de 4 mil assaltos a caminhões, a audácia dos bandidos tem levado ao sequestro de motoristas inocentes. Muitos são liberados após a carga ter sido dispersa, outros não tem a mesma sorte e desaparecem.

Acabar com os assaltos é tarefa improvável. Porém, algumas dicas podem ajudar a evitar o roubo de cargas e sequestros. Listamos abaixo, alternativas para que você ou seus colaboradores sintam-se mais seguros durante o transporte de carga. Confira!

Na estrada: durante a viagem

  • Tem o costume de revelar para estranhos qual é a carga e o trajeto que vai percorrer? Esqueça, não comente com ninguém. As exceções são as pessoas ligadas diretamente à carga e a sua família;
  • Procure viajar durante o dia. Como a gente sabe que nem sempre é possível realizar o transporte de carga no horário mais adequado, ande em comboio com outros caminhoneiros se tiver que pegar a estrada à noite;
  • Mudar rotas e horários é uma boa alternativa para despistar assaltantes atentos ao seu itinenário;
  • Gosta de publicar fotos nas redes sociais? Evite fazer isso! A internet está cheia de pessoas que a utilizam para conseguir informações e agir. Ostentar seus bens materiais? Péssimo! Fotos com a família? Guarde-as para você!
  • Se notar algum comportamento estranho ou perceber que está sendo seguido, avise imediatamente a Polícia Rodoviária e a Gerenciadora de Risco caso possua;
  • Há também aqueles assaltantes que costumam trafegar lentamente por muito tempo à frente ou atrás do caminhão que faz o transporte de carga. Nessas situações, a Polícia Rodoviária também deve ser o contato a se fazer;
  • Blitz sem carros identificados? Existem muitos bandidos que costumam simular blitz para aproveitar e assaltar os veículos de carga;
  • Antes de parar e prestar socorro a pessoas acidentadas, verifique a autenticidade da cena. Não pare logo na primeira visão que tiver. Ligue para a Polícia Rodoviária e conte sobre o que está havendo;
  • É sempre muito importante manter contato com ao menos uma pessoa conhecida, principalmente, quando for passar por uma área considerada de risco para o transporte de carga.

Durante as paradas

  • Vai abastecer? Prefira sempre lugares conhecidos. Se for em área urbana, melhor ainda;
  • Procure estacionar todas as vezes em áreas com boa iluminação; Ladrões agem de maneira mais rotineira em locais escuros.
  • Fique atento às pessoas estranhas rodeando o veículo quando você estiver com ele estacionado ou durante o carregamento. Existem ladrões que atacam justamente no momento de carregar a carga;
  • Evite deixar o caminhão sem a vigilância de alguém. Um “cuida aí amigo” sai muito mais barato do que perder tudo ou arriscar a própria vida;
  • Contratar pessoas desconhecidas está fora de cogitação;
  • Revise a mecânica do caminhão com frequência. Uma sabotagem ou falha pode facilitar a ação dos bandidos;
  • Precisa parar para dormir? A dica é semelhante a do abastecimento: locais seguros, iluminados e, de preferência, movimentados.
  • Jamais estacione em lugares distantes de movimentação ou desertos. Parar em acostamento, somente em casos extremos.

E se mesmo assim eu for assaltado?

Se mesmo depois de tomar essa medidas, você for assaltado, pense primeiro em sua vida. Por mais valiosa que seja a carga, nada supera a vida de uma pessoa. Lembre da carga depois que o “pesadelo” acabar.  E se tiver seguro, é mais um motivo para não demonstrar mais nervosismo!

Procure não encarar o assaltante ou contrariá-lo. Siga o que ele pedir e mostre-se disposto a colaborar, anunciando os seus movimentos. Não deixe de prestar atenção aos detalhes da conversa. Mesmo se você estiver nervoso, lembrar de algumas informações pode ser decisivo para encontrar o veículo na sequência.

Da mesma forma você deve agir em um sequestro. Busque ajuda à Polícia Rodoviária mais próxima ou a quem possa lhe auxiliar após os assaltantes o liberarem.

Transporte de carga: Dica extra

Use a tecnologia a seu favor. Se postar sua rotina nas redes sociais é um convite aos bandidos, usar o GPS e outros dispositivos de segurança para localizar o veículo é uma ótima alternativa. Saber que tem gente de sua confiança o acompanhando vai lhe deixar mais tranquilo.

O conteúdo de hoje foi útil para você? Comente a sua experiência abaixo nos comentários, ou ainda, baixe o Checklist em que falamos sobre o Gerenciamento de Riscos.

transporte de carga

 

Receba Dicas Sobre Seguros

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.