Seguros obrigatórios de cargas. Como funcionam?

Você sabe quais são as 6 modalidades de seguros de cargas? Confira o post e fique por dentro desse assunto!

As coberturas dos seguros obrigatórios de cargas são 6. Você sabe como elas funcionam e o que elas cobrem?  Hoje, as coberturas de cargas vão pagar, basicamente, os danos sofridos pela carga, e não se misturam com outros seguros, mesmo sendo uma responsabilidade civil. Ele vai pagar a cobertura da carga para o beneficiário, seja ele o dono da carga (embarcador) ou o destinatário, ou seja, para a pessoa que já pagou por ela.

Então, os seguros se limitam a cobrir os danos causados à carga e, portanto, a seguradora não irá cobrir os danos sofridos por terceiros. Por exemplo: você contrata uma apólice de seguro de carga e essa carga é averbada em R$ 150 mil. A seguradora vai limitar a indenização em R$ 150 mil. 

 

Se a carga tombou e foi totalmente perdida, o cliente vai receber este valor de R$ 150 mil, mas com alguma cobertura extra de assistência, que já vem especificada na apólice. 

 

Nesse caso, a seguradora vai designar uma reguladora para fazer esse serviço e, então, você terá cobertura para um eventual transbordo de carga, para as pessoas (chapas) que irão trabalhar nela, para um segurança (caso seja necessário), um outro veículo para continuar a viagem (se for viável), uma empresa para fazer a venda dos salvados etc.

 

Ou seja, você terá algumas assistências, mas elas sempre vão estar limitadas ao valor da carga. Portanto, se você acredita que esse seguro, mesmo sofrendo um tombamento, será suficiente para pagar os danos causados à sua carga ou a alguém, você está enganado.

 

 

Para saber mais, continue a leitura e conheça as modalidades de seguros de cargas existentes no mercado!

 

Seguros de cargas oferecidos pelas seguradoras

As coberturas de cargas disponibilizadas hoje pelo mercado de seguros são 6:


Seguro de Transporte Nacional

O objetivo desta cobertura é proteger o responsável pelo transporte da carga em rodovias de todo o Brasil. Assim, o segurado tem direito ao reembolso em caso de prejuízos com a carga, enquanto ela estiver sob sua responsabilidade. Vale para veículos próprios ou de empresas contratadas.

Responsabilidade Civil do Transportador Aéreo de Cargas

Esse é um seguro que protege contra acidentes aéreos com danos à carga, garantindo indenização caso o responsável pelo transporte seja obrigado a arcar com os prejuízos causados às mercadorias ou a bens de terceiros.

Responsabilidade Civil do Armador de Cargas 

Essa cobertura obrigatória funciona do mesmo modo que as modalidades já citadas, porém é aplicada ao transporte aquaviário de cargas: por vias fluviais, marítimas ou lacustres (lago)

Seguro Responsabilidade Civil do Transportador em Viagem Internacional

Essa é uma cobertura indicada para cargas transportadas entre países do Mercosul e vale do início ao fim da viagem. Do mesmo modo que as outras, ela cobre prejuízos causados à carga por sinistros como tombamento, colisão, explosão, incêndio etc.

Além das coberturas obrigatórias, há coberturas facultativas como, por exemplo, a Responsabilidade Civil Facultativa do Transportador Rodoviário por Desaparecimento de Carga, que protege contra furtos, roubos e desaparecimento da carga, ou seja, quando ocorre o roubo do veículo e da carga.

Risco Rodoviário

Essa modalidade de seguro é indicada para o embarcador de cargas transportadas dentro do Brasil, por via terrestre, aquaviária ou aérea, em veículos próprios e/ou em mão de terceiros. Cobre sinistros como colisões, incêndio, roubos por assalto à mão armada e explosão do veículo.

 

Variedades de seguros para cargas transportadas

Você já sabe que há diferentes coberturas disponíveis no mercado, mas, dentro das proteções de Responsabilidade Civil e as não-obrigatórias existem subdivisões que visam simplificar o comércio dos serviços. São elas:

  • Cobertura Básica Ampla (A);
  • Cobertura Básica Restrita (C);
  • Cobertura Básica Restrita (B);
  • Cobertura Básica Ampla para Seguros de Transportes Aéreos de Aves Vivas;
  • Cobertura Básica para Seguros de Bagagem;
  • Cobertura Básica para Seguros de Mercadorias Conduzidas por Portadores.
  • Cobertura Básica Ampla para Mercadorias/ Bens Congelados;
  • Cobertura Básica Ampla para Animais Vivos (Exceto Embarques Aéreos de Aves Vivas);
  • Cobertura Básica Restrita para Mercadorias/Bens Congelados;
  • Cobertura Básica Ampla para Embarques de Mercadorias/Bens Acondicionados em Ambientes Refrigerados;
  • Cobertura Básica Restrita para Embarques de Mercadorias/Bens Acondicionados em Ambientes Refrigerados.

Como acabamos de ver, o seguro de cargas é essencial para proteger bens e mercadorias até o seu destino final. Independente do que possa acontecer, o seu negócio estará seguro quanto a prejuízos e eventuais problemas que podem ocorrer durante o transporte.

Aproveite que está aqui e confira outros artigos relativos ao assunto no nosso blog!

A melhor forma de se proteger é contratar uma corretora com ampla experiência no mercado. Faça a revisão na sua apólice e previna futuros transtornos! Solicite cotação.

Receba Dicas Sobre Seguros





Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.