Seguro internacional: cobertura das operações de transporte no Mercosul

Pensando em solução para seu sistema de transporte terrestre? Conte com seguro internacional! Entenda aqui todos os detalhes sobre o assunto.

A contratação de um seguro internacional de cargas em transportes terrestres não é essencial somente para garantir a carga transportada. É também uma exigência em outros países, como nos territórios integrantes do  Mercosul. Neste artigo, iremos abordar o seguro internacional para o transportador rodoviário no seguinte aspecto: como ter cobertura das operações de transporte no exterior.

A cobertura de seguros para operações de transporte no exterior é uma dúvida que sempre existe quando o transportador de cargas terrestres está com destino a outros países. Então, a partir de agora vamos esclarecer tudo sobre o assunto.

Como é feita a contratação desta modalidade de seguro

A contratação do seguro internacional é realizada pelo transportador, que adquire um tipo de serviço denominado: Seguro de Responsabilidade Civil do Transportador em Viagem Internacional (RCTR-VI).

Tal contratação considera os aspectos da negociação comercial, que definem os destinos, tipos de mercadorias, embalagens, necessidades de cuidados especiais, preços, coberturas e garantias.

As taxas de seguros para esta modalidade oferecem um valor mais elevado, por considerarem, além de percentuais sobre o valor das mercadorias, um tempo maior de trânsito com a carga e eventuais custos do transportador em caso de sinistros.

São duas coberturas essenciais para serem contratadas em operações terrestres no Mercosul:

  1. Para danos a carga transportada;
  2. Para danos materiais e corporais causados a terceiros.

Ambas são indispensáveis para cruzar as fronteiras de nosso país.

Principais itens contidos no contrato

Um contrato de seguro internacional deve seguir os padrões estabelecidos pela Susep – Superintendência de Seguros Privados, sendo necessário constar, principalmente, os seguintes dados e elementos:

  •  As mercadorias a serem transportadas;
  •  Destinos da carga;
  •  Tipos de embalagens;
  •  Período de cobertura;
  •  Importância segurada;
  •  Riscos cobertos;
  •  Limite máximo de garantia da seguradora;
  •  Prejuízos indenizáveis;
  •  Franquia;
  •  Forma de liquidação do sinistro;
  •  Taxas do seguro.

As apólices, normalmente, contemplam diversos aspectos que permitem estabelecer a maior garantia e segurança para todas as partes e que não deixem dúvidas quanto à sua aplicação.

O que o seguro internacional cobre:

O seguro RCTR-VI cobre:

  • danos à carga;
  • a terceiros;
  • impostos;
  • frete;
  • despesas diversas.

Normalmente, são apólices que cobrem todos os riscos, entre o carregamento e a entrega, incluindo sinistros causados por acidentes de colisão, capotagem, abalroamento, tombamento, roubos de cargas e incêndios.

Esse tipo de seguro cobre riscos tanto de exportações como de importações, o que garante que as operações internacionais sejam completamente cobertas quanto a seus riscos.

O que é necessário para a cobertura desejada acontecer em caso de sinistro

Para que a cobertura do seguro seja honrada por parte da seguradora, em caso de sinistro, é necessário que sejam observados os seguintes fatores:

  •  O pagamento do seguro em dia;
  •  Os documentos relacionados ao frete, preenchidos de forma correta e com valores declarados;
  •  Todas as exigências da apólice de seguros;
  •  Execução completa e correta de procedimentos de gerenciamento de riscos;
  •  Mercadorias e veículo indicados na documentação de transporte;
  •  Prejuízos devidamente comprovados;
  •  Compatibilização entre o valor segurado e o valor do objeto;
  •  Averbação do seguro.

Importante destacar que os critérios de liquidação de sinistros estão cada vez mais rigorosos e, na maioria dos casos, a avaliação sobre todos os aspectos do sinistro são considerados determinantes para se realizar seu pagamento.

Considerações finais sobre seguro internacional

Como vimos, seguros internacionais para cobertura de transporte de mercadorias no exterior devem ser realizados pelos transportadores, com base nas condições de negociação comercial e ter todas as exigências da apólice cumpridas.

Um apoio muito importante para adquirir um seguro é trabalhar com corretoras de seguros que não se restrinjam a somente realizar vendas dos produtos, mas que atuem como uma assessoria de soluções em negócios e que lhe auxilie a decidir por uma cobertura mais completa e adequada às suas necessidades.

 

Quer conhecer outros conteúdos que podem ajudar você com soluções para sua empresa de transporte? Continue acompanhando nosso blog!

 

 

Receba Dicas Sobre Seguros

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.