Seguro de transporte de carga de alto valor? Como ter a cobertura certa!

Veja aqui porque é tão importante ficar atento a todas as cláusulas do seguro de transporte de carga de alto valor.

Hoje é difícil imaginar uma empresa no mundo que se arrisque a fazer o transporte de cargas sem contratar uma apólice de seguro. No entanto, quando essa carga é de alto valor, a atenção deve ser redobrada. E não é à toa: os prejuízos advindos de problemas logísticos, acidentais, operacionais ou por roubo e/ou furto, por exemplo, podem levar empresas à falência, dependendo do montante perdido. Nesse caso, o seguro de transporte de carga deixa de ser uma estratégia de segurança para tornar-se essencial. Veja como contratar a cobertura certa para o seu caso e evitar perdas desnecessárias.

O que o seguro de transporte de carga oferece

É praticamente impossível o transporte de carga de alto valor não gerar insegurança nos gestores das empresas, afinal é imensa a responsabilidade para com o cliente. São tantos os infortúnios que podem ocorrer que muitas vezes não é fácil antecipá-los de forma a contratar um seguro de transporte de carga que contemple a todos.

Seguros de carga mal elaborados pelas seguradoras, mal apresentados pelos corretores e mal analisados pelos gestores são mais comuns do que deveriam. Por isso, ficar atento ao cumprimento de todas as exigências e tipos de coberturas é fundamental.

Primeiro é preciso conhecer todas as opções de garantia que o seguro de transporte de carga oferece. É preciso entender, por exemplo, que a garantia de indenização para prejuízos decorrentes de operações de carga e descarga não está incluída automaticamente no seguro de transportes. Ela precisa ser solicitada expressamente à seguradora, ou seja, o pedido precisa ser feito por escrito.

Por outro lado, além do seguro de carga, propriamente dito, também é possível incluir no seguro as coberturas de impostos, frete e lucros esperados, entre outras despesas. Isso porque as apólices de seguro seguem as condições contratuais padronizadas pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), que estabelece as regras mínimas para o setor – mas outras coberturas não previstas nessas condições podem ser incluídas, assim como alterações que sejam necessárias devido à modificação do risco.

Principais tipos de seguro de transporte de carga de alto valor

A complexidade do seguro de transporte de carga é decorrente da própria natureza do setor, já que engloba grande variedade de cargas, tipos de transporte, embalagem, mercadoria, destino, período coberto, perecibilidade, índices de sinistralidade (que determina o quanto da receita é comprometida com o pagamento dos sinistros) e, ainda, o tipo de cobertura.

É bom ficar atento porque o seguro de transporte de carga faz a proteção contra diversos riscos, mas há aqueles excluídos, que não contam com a garantia do seguro. Essas exclusões, por sua vez, também têm que estar obrigatoriamente descritas na apólice de seguro, por isso ela deve ser lida atentamente. Estes são os riscos não cobertos e, portanto, não indenizáveis. No total, são cerca de três dezenas de itens que devem ser analisados criteriosamente para evitar prejuízo com a carga de alto valor.

Entre as exclusões, por exemplo, há itens como ato terrorista, independentemente de seu propósito, quando reconhecido como atentatório à ordem pública pela autoridade competente; atraso, ainda que causado por risco coberto, exceto despesas indenizáveis sob cobertura de avaria grossa e despesas de salvamento; e vazamento comum, perda e/ou diferença natural de peso ou de volume, e desgaste natural do objeto segurado, entre muitos outros, alguns bastante específicos, outro gerais.

Assim, qualquer empresa que precise gerenciar o risco do transporte de bens precisa ficar atenta a estes itens. Um exemplo mais clássico é o veiculo que não possui registro na ANTT – o RNTRC. Isso o torna inelegível para o recebimento do seguro de carga conforme determina a apólice de seguro.

Por isso, sempre que for fazer um seguro de transporte de carga de alto valor, analise bem todas as exigências e cláusula da apólice de seguro. Se houver algum item que discorde ou não compreenda bem, pergunte ao seu corretor ou procure a seguradora para mais opções de seguro de carga. Lembre-se que não existe pergunta fútil, todas são importantes para que você tenha a certeza de estar fazendo o seguro de transporte de carga com a cobertura adequada às necessidades da sua empresa – sem risco de prejuízo.

 

PS. Se você ficou com alguma dúvida em relação a sua apólice de seguros, podemos lhe ajudar. Basta clicar neste link que nossos especialistas farão uma revisão gratuita no seu contrato de seguro!

 

 

Receba Dicas Sobre Seguros

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.