O que faz o gestor de frotas no transporte de cargas

O gestor de frotas pode fazer a diferença na sua empresa de transporte de cargas, não importa o tamanho dela. Saiba qual é o seu papel o por que ele é decisivo!

Amigo, todas as empresas de transporte de cargas tem uma coisa em comum: a gestão de frotas.  Se ela for feita por profissionais qualificados, tem tudo para ajudar de forma definitiva a alavancar a empresa e evitar os prejuízos.

É neste cenário de gestão eficiente que entra o gestor de frotas. Ele é o cara responsável por uma série de questões, desde os caminhões até os ativos que geram receitas para a empresa.

Neste conteúdo, vamos falar na prática o que faz este profissional e como ele pode melhorar os resultados da sua empresa, independente do tamanho que ela tenha.

Gestor de frotas e o seu papel no transporte de cargas

O gestor de frotas desempenha um papel decisivo dentro de uma empresa de transporte de cargas. Ele se posiciona como um facilitador no processo de atendimento aos clientes, certifica-se de que todos os veículos estejam em dia para viajar e os encaminha para possíveis manutenções. Além disso, pode ser o responsável em disponibilizar os equipamentos necessários em tempo hábil e em boas condições de uso.

Profissional dinâmico, ele sabe que a boa gestão de frotas é um “divisor de águas” no transporte de cargas. Sua atuação interfere diretamente no potencial da empresa dentro de um mercado cada vez mais competitivo. Seu conhecimento também deve ser aplicado na liderança das equipes ou departamentos. E, mais uma vez, lembramos: não importa o tamanho da frota da sua empresa.

Inovação

Além das funções citadas, um bom gestor de frotas deve ficar ligado nas novidades tecnológicas do setor de transporte de cargas. Tudo que vem para melhorar a qualidade do trabalho e as condições dos motoristas no trecho, ele precisa apresentar à empresa, como alternativa para o aprimoramento dos processos.

Assim como acontece em diversas áreas, a gestão de frotas também vive em constante transformação. Seja na qualificação dos motoristas, novidades em máquinas e veículos ou no controle interno, os avanços acontecem com boa frequência.

Inovar dentro de uma empresa de transporte de cargas vai depender dos métodos usados, foco dos donos, coragem e inspiração de toda a equipe. E cabe ao gestor de frotas ser o coração desse processo e chamar para si responsabilidades que condizem com a sua capacidade.

Conhecimento do setor

Um bom gestor não limita-se a olhar somente os números da empresa. É claro que os resultados financeiros são avaliados através de numerais. No entanto, ele precisa conhecer todo o processo interno e sugerir as melhores práticas de trabalho, como por exemplo:

  • Gestão de ativos: deve conhecer os equipamentos que estão sob sua responsabilidade. No momento da compra, manutenção ou venda, ele saberá escolher a melhor alternativa;
  • Gestão do comportamento: profissionais motivados são mais produtivos. O gestor precisa conhecer os funcionários e atuar também com a gestão de pessoas;
  • Gestão de insumos: fazer o acompanhamentos de forma criteriosa dos pneus, equipamentos e demais produtos adquiridos, desempenho dos veículos e dos combustíveis.

Para identificar se o gestor de frotas será (ou está sendo) eficiente, observe se ele possui essas características:

  • Organizado: tem os dados da gestão salvos e, através deles, sabe indicar as prioridades;
  • Interessado: sempre curioso em saber qual foram as causas dos problemas;
  • Equilibrado: conduz a equipe com sabedoria e toma decisões racionais;
  • Acompanha de perto: está ligado no que está acontecendo porque está sempre por perto;
  • Visão estratégica: conhece do mercado e oferece soluções práticas para o planejamento da empresa.

A empresa sai ganhando

Todo o processo que citamos, desde o melhor uso de equipamentos e das condições de trabalho, até a saúde financeira da empresa, tudo gera diminuição das despesas. Obviamente, também aumentam os lucros.

Quando o gestor consegue, juntamente com os demais responsáveis diretos da empresa, ter uma equipe motivada e sabedora das metas, os resultados são melhores.

As falhas sempre podem acontecer, mas se houver uma boa gestão de frotas, as chances de correção são muito maiores.

Conte para nós: gostou do conteúdo? Esperamos ter ajudado! Aproveite e baixe gratuitamente nosso Checklist: “Como implantar um Plano de Gerenciamento de Riscos em empresas de Transporte”. Clique aqui!

transporte de cargas

Receba Dicas Sobre Seguros

Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.