Averbação de seguro de carga: o que é preciso saber 

A averbação é obrigatória no seguro de transporte de carga. Entenda o que isso significa e como você deve proceder ao embarcar mercadorias!

Eu posso escolher o que averbar em um seguro de carga? Esta é uma dúvida muito frequente dos clientes de seguradoras e a resposta é “não”, pois uma das cláusulas desse tipo de seguro determina que devem ser feitas averbações de todos os embarques manifestados pela transportadora. 

Porém, muitos transportadores, principalmente os frigoríficos, que são dependentes de um ou dois embarcadores, recebem o pacote de seguro completo já contratado e o transportador precisa somente realizar a movimentação da carga, sem se preocupar com a contratação de seguro.

É necessário compreender que o transportador deve averbar todas as cargas, no entanto, ele não será, necessariamente, cobrado por tudo. Ou seja, esse contrato de seguro de cargas é trabalhado, acima de tudo, partindo do princípio da boa fé. 

Então, a questão é mostrar para a seguradora que foi feita aquela carga, mesmo que não haja cobrança porque ela já está averbada pelo seu cliente. Mas, isso é conteúdo para um próximo post, pois existe, sim, diferença entre o seguro que o embarcador contrata e o seguro contratado pelo transportador, apesar de parecerem iguais em um primeiro momento.

Leia esse texto até o fim e saiba mais sobre a averbação no seguro de cargas!

Qual é a definição de averbação no seguro de cargas?

Averbar uma carga nada mais é do que informar cada embarque à seguradora, o que deve ser feito tão logo a documentação da carga estiver pronta. Mas é importante que todas as informações referentes a ela sejam repassadas à companhia de seguros. 

Como funciona a averbação?

A apólice de seguro deve conter os termos e condições do serviço contratado e, caso o embarque de determinado produto não esteja incluído na cobertura de risco, ele não poderá ser averbado pelo segurado. Então será preciso pedir uma análise de embarque à companhia seguradora.

Primeiramente, você deve coletar todos os dados referentes às mercadorias, assegurar que esses dados estejam de acordo com a apólice do seguro e, em seguida, repassar as informações para a seguradora.

A definição do limite de embarque é feita no ato da contratação do seguro. A partir disso, o segurado saberá que não pode averbar cargas que ultrapassem o limite determinado no contrato.

De que modo devo fazer a averbação?

A averbação de uma carga pode ser feita de modo manual ou eletrônico. Hoje, grande parte das seguradoras oferecem a possibilidade da averbação eletrônica via internet, de maneira simplificada e segura. 

Além disso, você pode contar com o auxílio do seu corretor de seguros e da seguradora para realizar esse processo. Portanto, embora exista a opção de averbar uma carga de modo manual, a forma mais segura de fazer isso é através do sistema informatizado.

 

Quais informações devem ser repassadas à seguradora ao averbar uma carga?

Existe uma série de dados que devem ser informados à companhia seguradora, mas os principais costumam ser:

  • valor da carga;
  • origem (cidade e estado) e destino;
  • identificação do veículo que fará o transporte;
  • dados do motorista;
  • chave de acesso e número do CT-e  (Conhecimento de Transporte Eletrônico).

Qual é a importância da averbação?

Existe uma lei no Brasil que aborda esse assunto. É a lei de Averbação Eletrônica 247, que determina que toda mercadoria transportada deve, necessariamente, ter seguro e ser averbada antes do início da viagem. Essa determinação legal é válida para os setores de transporte de carga rodoviário e ferroviário, hidrovias, ferrovias terminais portuários marítimos, fluviais e via aérea.

Portanto, não esqueça: o processo de averbação de carga é fundamental para evitar prejuízos aos envolvidos em caso de sinistros como, por exemplo, assalto, furto, avaria e extravio de mercadorias, entre outros. Além disso, ela é obrigatória por lei e, sendo assim, é preciso ter bastante atenção com relação a cada carga que for embarcada.

Caso você fique em dúvida, na hora de fazer a averbação eletrônica, solicite ajuda ao seu corretor de seguros ou à própria companhia seguradora. E, quando for fazer um seguro de transporte de carga ou qualquer outra modalidade de seguro, procure uma seguradora conhecida no mercado!

Galeria de imagens

Receba Dicas Sobre Seguros





Deixe um comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios são identificados.
Todos os comentários do site são moderados previamente. Se o seu comentário ainda não foi publicado, por favor, aguarde.